Concertos

22 de junho // Concerto Laureados Francisco Luís e Andrés Madariaga com a Orquestra do Norte // 22h00 // Largo de S. Gonçalo

Brevemente

25 de junho // Orquestra de Guitarras com alunos do CCA, C.M.P. e C.M.F. // 22h00 // Claustros da Câmara Municipal de Amarante

Brevemente

27 de junho // Brevemente

Brevemente

28 de junho // Vencedor do Klagenfurt Internacional Guitar Festival ( Áustria) // 21h30 // Centro Cultural de Amarante

Brevemente

29 de junho // Vencedor do Veria Internacional Guitar Festival ( Grécia) // 21h30 // Cine Teatro Raimundo Magalhães _ Vila Meã

Brevemente

30 de junho // Duo de Guitarras com Anabel Montesinos e Marco Tamayo // 18h00 // Claustros da Câmara Municipal de Amarante

Anabel Montesinos

Anabel Montesinos, a mais jovem vencedora (aos 17 anos) do Concurso Internacional de Guitarra Francisco Tárrega em Espanha, é personalidade de vulto da guitarra clássica mundial. Vencedora dos principais concursos de guitarra como Michele Pittaluga e Citá di Alessandria, em Itália e Andrés Segóvia em Espanha Anabel Montesinos atuou pelo mundo fazendo a sua estreia no Carnegie Hall, em 2011. Atuou diversas vezes no Tchaikovsky Hall em Moscovo e atuou com orquestras como a Filarmónica de Turim, em Itália, a Filarmónica de Oulu, na Finlândia, a Filarmónica de Havana, em Cuba, a Filarmónica de Moscovo, na Rússia, entre outras. Gravou para a editora Naxos e o seu primeiro CD foi escolhido para integrar o programa musical dos voos intercontinentais da Bristish Airways. Anabel Montesinos é uma artista Savarez e toca com cordas Cantiga Blue Strings. É também cidadã honorária da cidade de Solero, em Itália.

Marco Tamayo

Marco Tamayo, o guitarrista cubano naturalizado austríaco, aclamado como “Rei da Guitarra” pelo jornal italiano L’Stampa em 1999, é vencedor de importantes concursos internacionais. Tocou com renomadas orquestras e maestros por todo o mundo e é, atualmente, figura proeminente da guitarra clássica. Marco Tamayo é professor na universidade Mozarteum University of Arts, em Salzburg, no Landeskonservatorium em Klagenfurt, Áustria, professor convidado na Academia de Música de Gdansk, na Polónia e foi professor na Universidade de Sydney, na Austrália. O seu livro intitulado “Essencial principles for the performance on the classical guitar” (princípios essenciais para a performance em guitarra clássica) mudou a visão sobre o instrumento e o seu ensino a nível mundial. Os seus alunos apreciam uma carreira internacional. Marco Tamayo é diretor artístico do Concurso Internacional de Guitarra Michelle Pittaluga em Alessandria, Itália. É também cidadão honorário das cidades de Solero e Alessandria, ambas em Itália. Tamayo toca com uma guitarra Simon Marty. É guitarrista representante Savarez e toca com cordas “Alliance-Blue-Cantiga Premium”. Marco Tamayo é presidente da editora Marco Tamayo Edition, criada em 2014, que tem atualizado as edições de guitarra clássica até aos dias de hoje e é o organizador, juntamente com Anabel Montesinos e Marco Tamayo Edition, do Festival/Concurso Internacional de Guitarra de Klagenfurt.

5 de julho // 1º Parte: Anabel Montesinos e 2º Parte: Marco Tamayo // 21h30 // Centro Cultural de Amarante

Anabel Montesinos

Anabel Montesinos, a mais jovem vencedora (aos 17 anos) do Concurso Internacional de Guitarra Francisco Tárrega em Espanha, é personalidade de vulto da guitarra clássica mundial. Vencedora dos principais concursos de guitarra como Michele Pittaluga e Citá di Alessandria, em Itália e Andrés Segóvia em Espanha Anabel Montesinos atuou pelo mundo fazendo a sua estreia no Carnegie Hall, em 2011. Atuou diversas vezes no Tchaikovsky Hall em Moscovo e atuou com orquestras como a Filarmónica de Turim, em Itália, a Filarmónica de Oulu, na Finlândia, a Filarmónica de Havana, em Cuba, a Filarmónica de Moscovo, na Rússia, entre outras. Gravou para a editora Naxos e o seu primeiro CD foi escolhido para integrar o programa musical dos voos intercontinentais da Bristish Airways. Anabel Montesinos é uma artista Savarez e toca com cordas Cantiga Blue Strings. É também cidadã honorária da cidade de Solero, em Itália.

Marco Tamayo

Marco Tamayo, o guitarrista cubano naturalizado austríaco, aclamado como “Rei da Guitarra” pelo jornal italiano L’Stampa em 1999, é vencedor de importantes concursos internacionais. Tocou com renomadas orquestras e maestros por todo o mundo e é, atualmente, figura proeminente da guitarra clássica. Marco Tamayo é professor na universidade Mozarteum University of Arts, em Salzburg, no Landeskonservatorium em Klagenfurt, Áustria, professor convidado na Academia de Música de Gdansk, na Polónia e foi professor na Universidade de Sydney, na Austrália. O seu livro intitulado “Essencial principles for the performance on the classical guitar” (princípios essenciais para a performance em guitarra clássica) mudou a visão sobre o instrumento e o seu ensino a nível mundial. Os seus alunos apreciam uma carreira internacional. Marco Tamayo é diretor artístico do Concurso Internacional de Guitarra Michelle Pittaluga em Alessandria, Itália. É também cidadão honorário das cidades de Solero e Alessandria, ambas em Itália. Tamayo toca com uma guitarra Simon Marty. É guitarrista representante Savarez e toca com cordas “Alliance-Blue-Cantiga Premium”. Marco Tamayo é presidente da editora Marco Tamayo Edition, criada em 2014, que tem atualizado as edições de guitarra clássica até aos dias de hoje e é o organizador, juntamente com Anabel Montesinos e Marco Tamayo Edition, do Festival/Concurso Internacional de Guitarra de Klagenfurt.

6 de julho // Judicael Perroy // 21h00 // Centro Cultural de Amarante

Nascido em Paris em 1973, Judicael Perroy iniciou os seus estudos de guitarra aos 7 anos no Conservatório Municipal Inter-districts de Paris. Estudou com Delia Estrada e Raymond Gratien na Escola Nacional de d’Aulnay-sous-Bois onde se graduou com distinção. Com 11 anos tocou dois concertos de Vivaldi como solista, com o Ensemble Instrumental de Mans sob a direção de André Girard e prosseguiu os seus estudos musicais com Robert Aussel e Daniel Lavialle. Aos 14 anos ganhou o segundo prémio no Concurso Internacional de Guitarra Ile de France. Em 1992 ganhou o grande prémio e o prémio do público no 15.º Concurso Internacional de Guitarra René Bartoli, por unanimidade do júri. Em 1994 obteve o diploma Licence de Concert pelo conservatório Ecole Normale de Musique de Paris na turma de Alberto Ponce e ainda nesse ano obteve o primeiro prémio no 7.º Concurso Internacional de Bourg-Madame, apenas com o voto do público sem qualquer júri. Em 1996 foi o vencedor do primeiro prémio do seu curso no Conservatório Nacional de Música e Dança de Paris (Conservatório de Paris).

Judicael Perroy tornou-se bastante conhecido como um extraordinário e virtuoso guitarrista clássico e músico, com inúmeros prémios ganhos. Em 1997 ganhou o prestigiado primeiro prémio na 15.ª edição do Concurso Internacional GFA (Guitar Foundation of America) através do qual fez um tour nos Estados Unidos e Canadá realizando mais de 60 concertos e masterclasses. Durante o tour norte-americano desse ano, Judicael atuou diversas vezes em França, sendo as suas atuações transmitidas ao vivo na France-Musique. A estas seguiram-se muitos recitais por todo o mundo. Muito requisitado desde então e muito procurado como professor, é convidado regularmente para lecionar masterclasses nas melhores universidades e conservatórios dos Estados Unidos e no estrangeiro. Os seus alunos ganharam muitos prémios importantes em concursos a nível regional, nacional e internacional, inclusive o GFA, enquanto emergiam como sólidos e proeminentes valores da guitarra clássica e da cena musical internacional. Judicael Perroy é, desde 2004, professor na Escola Nacional de Música de d’Aulnay-sous-Bois. Detém o Certificado de Aptidão e lecionou entre 1999 e 2004 na Escola Nacional de Música Blanc-Mesnil. Para além disso, no final de 2000 foi escolhido como substituto de Steven Robinson na direção do departamento de guitarras, na Universidade de Stetson. Atualmente vive em Paris onde aprecia ensinar no  Pôle Sup’ 93, Lille’s apPSEA (Association de préfiguration du Pôle supérieur d’enseignements artistiques) Nord-Pas-de-Calais e na Escola Nacional de Música de d’Aulnay-sous-Bois, um lugar que mantém desde 2004 enquanto viajava e atuava pelo mundo. A discografia de Judicael Perroy é variada e maioritariamente de compositores clássicos, como JS BachMauro GiulianiHandelIsaac Albéniz, mas também de repertório para guitarra mais contemporâneo, como PiazzolaGerardo Núñez e Nikita Koshkin. A sua transcrição para a guitarra clássica da obra de Bach, partita in C minor BWV 826, escrita para piano, foi lançada pela editora Naxos Record em 2010 como parte integrante de um CD sobre Bach.

  • Quantum (1998): Paganini; Granados; Albéniz; Dodgs
  • Bayard Musique(new distribution, not reissued): Aspen Suite (2000); Albéniz; Giuliani; Barrios; Nuñez; Piazzolla; Koshkin.
  • Mel Bay(1999): Live Recital at Texas Tech University, Lubbock, Texas: Barrios; Piazzolla; Nuñez; Paganini; Giuliani; Bach; Albéniz.
  • Bayard Musique(2001): Méditation (flute and Guitar) with Florence Bellon: Anonymous; Schubert (arr. Mertz); Vivaldi; Handel; Castérède; Bach; Dowland; Giuliani; Poulenc; Debussy; Ravel.
  • Bayard Musique(2002): Méditation (harp and guitar) with Joanna Kozielska: Rodrigo; Pachelbel; Handel; Respighi; Debussy; Anonymous; Bach; Handel; Albinoni; Beethoven; Albéniz.
  • SoundsetThe Well-tempered Koshkin(2000) Participation in trio with Frank Koonce and Nikita Koshkin.
  • Bayard Musique(2008): La Magie de la Guitare: Vivaldi; Bach; Schubert; Paganini; Albéniz; Granados; Anonymous; Rossini; Handel; Giuliani; Barrios; Piazzola; Nuñez; Koshkin.
  • Naxos(2010):  S. Bach, Transcriptions for Guitar, Partita N. º. 2, BWV 826; Suite, BWV 997; Prelude, Fugue and Allegro, BWV 998; Concerto, BWV 972.